As mulheres de hoje são fortes, independentes e decididas, invadem cada vez mais as áreas antes ditas apenas masculinas.

Foto: Mary Borboleta- Motociclista Independente

Encontramos mecânicas, jogadoras de futebol, engenheiras, presidenta ! E porque não no mundo das duas rodas?

Em uma cidade como Fortaleza – CE, mais e mais mulheres estão aprendendo a pilotar motos, seja para fugir do trânsito, seja para trabalhar ou somente para lazer. Todos os dias o número de mulheres que literalmente saem do banco do garupa para pilotar uma moto aumenta mais a cada dia. Elas são mais cuidadosas, estilosas e conscientes no trânsito, andam na velocidade permitida, não realizam manobras arriscadas e assim mostram que entraram no mundo das motos para realmente ficar!

Os fabricantes, tanto de motocicletas quanto de acessórios, já observaram que a procura de motos por mulheres está aumentando e já começam a investir forte em mais detalhes femininos.

Compartimentos cada vez maiores para transportar seus pertences, motos automáticas, exemplo disso é a PCX da Honda, capacetes personalizados com desenhos e cores delicadas, capa de chuva rosa, inclusive as cores das motocicletas estão mudando, vemos a Honda com a Biz “rosinha e Lilás”, dentre outros detalhes que são feitos especialmente para as mulheres.

Foto: Rachel Alencar - Motociclista Independente

Os homens ainda estão se adaptando a esta mudança, o respeito por elas segue aumentando e o machismo, diminuindo.

O ambiente fica muito mais bonito com elas a bordo das máquinas de duas rodas, motocicletas, a tendência deste movimento é só aumentar, mais motos, mais mulheres pilotando!

Estudo encomendado pela Harley-Davidson sugere que pilotar uma motocicleta ajuda a aumentar a autoestima das mulheres. As respostas apontam que as mulheres que pilotam são mais felizes, confiantes e se sentem mais sexy do que as mulheres que não pilotam.

Uma pesquisa foi conduzida pela empresa especializada em pesquisa de mercado Kelton, nos Estados Unidos, e contou com a participação de 1.013 mulheres motociclistas e outras 1.106 mulheres não motociclistas, todas com idade acima dos 18 anos.

Das motociclistas entrevistadas, 34% disseram que se sentem menos estressadas e mais da metade (53%) citaram que a motocicleta é sua principal fonte de felicidade e que a experiência de pilotar uma moto as faz sentir mais livres e independentes.

Três a cada quatro mulheres (75%) acreditam que suas vidas mudaram desde que começaram a andar de moto. Além disso, a pesquisa revela que as mulheres de moto se sentem que seus relacionamentos melhoraram, bem como a comunicação com seu parceiro, neste último caso, 60% das motociclistas afirmaram isso, contra 35% das entrevistadas que não são motociclistas.

Foto: William Bizarria - Enia Keila suas filhas Rayenne e Lara - Cobra Leste MC

Isso mostra que cada vez mais as mulheres vem conquistando espaço nesse “mundo” que era dominado pelos homens. Lembrando que capacidade de pilotagem não está associado ao sexo da piloto.

Então podemos dizer que um mundo velho, com novas mulheres. Um espaço que está sendo conquistado! Por Bravas Guerreiras!

Essa editora que vos fala acredita que mulher de moto é uma boa combinação: “Charme e praticidade!”

______________________________________________________________________________________________________

Editora: Tânia Karla – Cobra Leste MC

Fotos: Mary Borboleta\ Raquel Alencar\William Bizarria

Fonte das Pesquisas: http://mulheresdemoto.com.br/ http://www.mv-experience.com/news/

União Motorcycle Unindo Através das Duas Rodas