Confira dicas para bateria de sua moto durar mais tempo.

Foto: Fernando Garcia

Foto: Fernando Garcia

O armazenamento de carga da bateria de uma moto é bem inferior ao da bateria de um veículo maior devido o espaço físico.

Dessa forma a manutenção deve ser realizada periodicamente a fim de identificar problemas que vão desde alguma fuga de corrente ou até mesmo problemas no sistema de carregamento da bateria. O diagnóstico deverá sempre deve ser feito por oficinas ou pessoas qualificadas no assunto.

Além disso, temos que tomar cuidado com a quantidade de acessórios elétricos instalados na moto e a maneira que foram instalados, mas observando sempre o modelo e capacidade de sua bateria.

Tomando esses cuidados a vida útil de sua bateria pode durar de 18 meses até 3 anos.

DICAS PARA QUE A BATERIA DE SUA MOTO DURE MAIS

1 – Conheça a bateria de sua moto

Procure saber a capacidade de carga, voltagem e data de fabricação bateria. Caso seja uma bateria que necessite de água, realizar manutenções mais curtas a fim de que o volume de água esteja sempre no nível correto evitando que ela seque e lhe deixe no “prego”. Se por acaso o nível da água estiver baixando constantemente e significativamente procurar uma oficina mais próxima para uma verificação mais detalhada.

Bateria com água - foto: divulgação

Bateria com água – foto: divulgação

Se for uma bateria do tipo selada não há necessidade de verificação de nível de água.

Bateria selada - foto: divulgação

Bateria selada – foto: divulgação

Se for uma bateria do tipo gel, algumas possui uma sinalização ou teste para saber quando estão chegando ao fim de sua vida útil. Geralmente a vida útil de uma bateria selada e com gel é maior do que a de uma bateria com água.

Bateria com gel - foto: divulgação

Bateria com gel – foto: divulgação

2 – Cuidado com instalação de novos acessórios

A instalação de novos acessórios em sua moto tipo, faróis auxiliares, buzinas, sirenes, sistema de som, alarmes, rastreadores, GPS’s e outros, podem levar a sobrecarga e o descarregamento da bateria.

Faróis - Foto: divulgação

Faróis – Foto: divulgação

Instalação de acessórios na sua moto deve ser realizada através de instalação de relé no circuito de alimentação que vai servir de comando evitando para que não haja uma sobrecarga na fiação do circuito instalado.

GPS - Foto: Divulgação

GPS – Foto: Divulgação

Verifique antes no manual de sua moto se informa a capacidade de carga extra. Algumas motos não permitem que fios sejam cortados e derivados para instalação de acessórios, pois os mesmos não são apenas passagem de corrente e sim também de informações para censores eletrônicos.

E lembre-se, toda instalação de acessórios deve ser feita por profissionais e em oficinas especializadas.

3 – Sua moto vai ficar parada?

Para alguns tipos de motos que vão ficar paradas por mais de 3 semanas aconselha-se desconectar o cabo de bateria, primeiro o negativo e depois o positivo. Quando for reconecta-los faça o processo inverso.

Foto: youtube

Foto: youtube

Mas existem motos com sistemas eletrônicos que não permitem a desconexão do cabo de bateria por muito tempo devido a configurações eletrônicas. Então, neste caso, aconselha-se utilizar um carregador flutuador. Outra opção é alguém ligar a moto a cada três dias e deixar por período curto de tempo funcionando, assim solucionaria o problema para carregar a bateria e também o óleo do motor circularia.

Carregador flutuador - Foto g1 globo

Carregador flutuador – Foto g1 globo

4 – Oxidação nos cabos de bateria 

Observe sempre se os cabos de baterias não apresentam oxidação nos terminais da bateria, podendo assim dificultar ou até isolar a passagem de corrente na hora da partida.

Oxidação - Foto: revistaautoesporte

Oxidação – Foto: revista auto esporte

Para limpeza desconecte os cabos na ordem correta, e limpe-os com um pano umedecido com água quente, ou utilize produto próprio para limpeza secando sempre antes de conecta-los novamente. Uma dica caseira, que funciona, é utilizar “Coca Cola” para limpeza, eu já utilizei e limpa mesmo!

Limpando com Coca Cola - Foto: YouTube

Limpando com Coca Cola – Foto: YouTube

 Nunca passe graxa ou algum produto que possa isolar os terminais dos bornes. Quando for conectar não bater nos terminais para encaixar nos bornes da bateria, pois poderá danificar internamente as placas da bateria.

limpeza com óleo lubrificante - Foto: divulgação

Limpeza com óleo lubrificante – Foto: divulgação

5 – Luz de freio

Quando estiver pilotando sua moto tenha cuidado para não ficar calçando o pedal do freio traseiro com o pé, pois com a luz do stop acesa poderá descarregara bateria.

6 – Testando o sistema 

Realizar sempre teste do sistema para saber se a bateria esta sendo carregada corretamente, verificando assim a tensão e a corrente que o regulador de sua moto esta enviando para bateria. Esses testes são feitos com equipamentos específicos encontrados em oficinas especializadas. Nunca testar sua bateria encostando o positivo e negativo para fazer faíscas, isso poderá danifica-la.

Foto: g1 globo.com

Foto: g1 globo.com

Teste de bateria digital para moto

Teste de bateria digital para moto

Caso sua bateria esteja descarregada verificar se não há nenhum problema que esteja levando ao descarregamento. Em muitos casos uma carga resolve o problema, mas se for realizado a carga e a mesma vier descarregar em um período curto de tempo verificar o sistema da moto e a bateria.

Uma maneira muito simples de detectar se a bateria está recebendo carga suficiente do alternador/retificador/regulador é colocá-la em ponto morto (ligá-la, é lógico) e verificar se a luz verde sofre alguma alteração, para mais na luminosidade, mesmo que seja pouco, quando der uma pequena acelerada. Esta sofrerá um pequeno aumento na intensidade de  luz. 

Esperamos ter ajudado e aguardem mais dicas União Motorcycle!!

Edição: Aleksander Soares / União Motorcycle – Maurício Ibiapina (Prof. Maurício) / Fox Moto Grupo

União Motorcycle – Unindo Através das Duas Rodas