Testamos no Brasil a nova Harley XR 1200, uma custom ardida que foi desenvolvida para ser rápida nas retas e agressiva nas curvas.

Harley xr-1200 CustomHarley xr-1200 Custom

No lançamento da linha Harley-Davidson 2009, em uma pista de testes em Botucatu (SP), me chamou a atenção uma custom com a traseira afilada e escape duplo. Os detalhes bastaram para saber que se tratava da nova XR 1200, uma Harley desenvolvida para ser boa de curvas. Lançada no final de 2008 no mercado europeu, houve até campeonatos organizados pela marca para promover esta curiosa novidade. Uma custom boa de curvas? É o que vamos descobrir.

O primeiro contato com a XR 1200 é diferente do que estamos acostumados. Tudo começa ao retirar a moto do descanso lateral, quando percebemos que o centro de gravidade não é baixo e exige certo esforço para movimentála. O peso a seco de 251 kg também não esconde a alma de estradeira americana. Contudo, ao subir na moto, nada é mais estranho que não encontrar as pedaleiras, que estão recuadas e elevadas. 

Muitas características da custom XL 1200 Sportster, modelo que serviu de base para a criação da XR 1200, foram mantidas. O duplo amortecedor traseiro com regulagens somente na précarga da mola e boa parte do quadro são iguais. As diferenças mais visíveis de design estão na rabeta afilada, tanque, tomadas de ar, grafismo e painel, que agora conta com contagiros analógico e velocímetro digital. As mudanças que melhoram a ciclística da moto estão na suspensão dianteira invertida, na posição recuada das pedaleiras, nas rodas de alumínio aro 18 na dianteira e 17 na traseira (possuem 19″ e 16″ na Sportster) e os pneus mais largos, 120/70-18 na dianteira e 180/55-17 na traseira. 

O tradicional motor Evolution da Harley, com dois cilindros em V, comando de válvulas acionado por varetas, injeção eletrônica e refrigeração por ar e óleo, recebeu pequenas modificações para aumentar seu rendimento. A principal é o aumento da taxa de compressão de 9,7:1 para 10,0:1. A nova XR 1200 desenvolve 90 cv a 7.000 rpm. Infelizmente, não é possível comparar o aumento de potência com relação à XL que, embora compartilhe o mesmo motor, não tem a potência declarada pela fabricante. O torquepassou de 9,99 kgf.m a 3.200 rpm para 10,19 kgf.m a 3.700 rpm. 

Custom divertida

Para quem está se interessando pela XR 1200, aqui vai um recado. Não pense que a moto é uma mistura de dois mundos, unindo o conforto à possibilidade de uma tocada esportiva. Esta moto foi projetada para ser ágil e rápida, por este motivo boa parte do conforto foi sacrificada por conta da posição de pilotagem, que mantém os joelhos do piloto flexionados e a coluna levemente projetada para frente. O banco esportivo possui formato estreito para facilitar os movimentos do piloto. Portanto, esqueça daquelas longas viagens em ritmo de cruzeiro, com as pernas esticadas e braços abertos. A XR 1200 vem para deixar com a pulga atrás da orelha os donos de nakeds e esporti-vas. Afinal, como uma Harley não some do retrovisor numa pista de curvas sinuosas? 

Os limites de inclinação e estabilidade dentro das curvas estão acima do que se imagina para uma custom. Nunca havia pilotado uma custom que instiga o piloto a baixar seu tempo volta após volta. Mesmo com limitações evidentes, como o peso, o centro de gravidade alto e a potência distante da de um motor quatro cilindros, é possível executar rápidas mudanças de direção e contornar curvas com velocidade e inclinação difíceis de se imaginar numa custom. O motor empurra forte graças ao torque cavalar, o grande legado do V2 americano. 

Os freios se mostraram à altura da proposta da moto. O dianteiro, com dois discos de 292 mm, e o traseiro com um disco também de 292 mm são moduláveis e oferecem ótimo controle durante as frenagens. Embora também eficiente, o freio dianteiro exige mais pressãono manete do que estamos acostumados para frenagens mais intensas. Foi um dia de testes divertido, ainda que sem avaliar consumo ou autonomia, que não deve ultrapassar os 200 km levando em consideração a capacidade de 13,3 litros do tanque. Foi uma doce surpresa pilotar uma custom com a possibilidade de uma abordagem esportiva. A XR 1200 tem preço sugerido de R$ 39.900, R$ 1.000 mais cara que a XL 1200 convencional.

Fonte: Revista Duas Rodas.

Equipe União Motorcycle.